O PROJETO

O projeto Escola com Celular propõe o uso das tecnologias da informação e comunicação (TIC) como estratégia para trabalhar conteúdos curriculares do Ensino Fundamental e/ou Médio. Celulares e tablets tornam-se suportes eficientes e práticos para estimular a discussão entre os estudantes, os professores e a comunidade sobre temas relacionados ao meio ambiente e à sustentabilidade.

OBJETIVOS

  • Integrar e aproximar os conteúdos curriculares à realidade dos alunos.
  • Estimular a participação dos alunos nas atividades escolares.
  • Criar uma oportunidade para os professores trabalharem com o uso da tecnologia.
  • Fomentar a conscientização e a integração dos alunos à sua realidade local.

QUEM SE ENVOLVE?

quemseenvolve-grafico

COMO ACONTECE?

O primeiro passo é a análise do currículo da rede municipal (ou da escola) e a realização de uma pesquisa com professores e alunos sobre os hábitos de uso de tecnologias. Ao longo do projeto, é oferecido um curso on-line com o objetivo de apoiar os professores, inclusive com sugestões de atividades para desenvolver com os alunos. Utilizando o celular como suporte para o registro, a comunicação e a discussão das suas descobertas e de seus aprendizados, os alunos exploram a escola, suas casas e a vizinhança.

Os aprendizados são transformados em conteúdos que são compartilhados entre os participantes. Como resultado, espera-se a construção de um mapa colaborativo que possa divulgar informações de utilidade pública sobre o município.

RESULTADOS ESPERADOS

  • Motivação e aprendizado dos alunos.
  • Articulação entre professores de diferentes disciplinas.
  • Engajamento da família e da comunidade escolar.
  • Propostas de melhoria das condições da escola e do seu entorno.
  • Conscientização dos alunos de seu papel na preservação do meio ambiente.
  • Mudança de atitudes e adoção de novos hábitos de preservação da escola e do entorno.

HISTÓRICO E ATUALIDADE

2014/2015

NA CIDADE DIGITAL – ÁGUAS DE SÃO PEDRO

RESUMO
Escolas
1
Quando
Segundo semestre de 2014 e primeiro de 2015
Envolvidos
435 alunos e
41 professores do Ensino Fundamental
Disciplinas envolvidas
Todas
Eixo temático
Sustentabilidade
Temas
Resíduos
Consumo e multiletramentos

Em 2014 o projeto ECC está sendo desenvolvido em Águas de São Pedro, na primeira Cidade Digital do Brasil. A Cidade Digital é uma iniciativa da Telefônica Vivo, que vem implementando uma nova infraestrutura tecnológica em quatro frentes de atuação: saúde, segurança, turismo e educação. Na frente educacional, a Telefônica Vivo investiu em melhorias relacionadas a equipamentos (cerca de 400 dispositivos entre netbooks e tablets) e serviços tecnológicos (instalação de rede wi-fi exclusiva) para a escola municipal local.

A FCAV oferece o projeto Escola com Celular para esta escola no segundo semestre de 2014 e no primeiro semestre de 2015.

A proposta do projeto ECC na Cidade Digital é que a escola incorpore as novas TIC e, também, os celulares de professores e alunos às estratégias pedagógicas da escola na discussão sobre temas relacionados ao meio ambiente e à sustentabilidade.

Em Águas de São Pedro, o projeto ECC está sendo desenvolvido com todo o Ensino Fundamental da escola pública local. O projeto mantém sua proposta de trabalho em três fases – escola, família e comunidade – e tem a sustentabilidade como o eixo temático norteador.

2014

EM TODO O BRASIL

RESUMO
Escolas
Públicas e privadas de todo o país
Quando
2014
Envolvidos
4300 professores dos ensinos infantil, fundamental, superior e educação de jovens e adultos
Disciplinas envolvidas
Todas
Eixo temático
Sustentabilidade
Temas
Uso de dispositivos móveis

A Fundação Vanzolini, em parceria com as Edições SM, ofereceu duas edições de um curso on-line a professores de todo o Brasil. O tema é “o uso de dispositivos móveis na educação” e são apresentadas e discutidas experiências e aprendizagens das edições anteriores do projeto ECC.

Objetivo geral

Fomentar o protagonismo docente para a implementação de projetos com o uso das tecnologias que têm disponíveis para viabilizar as aprendizagens esperadas em cada rede de ensino.

Objetivos específicos
  1. Convidar os participantes a refletirem sobre:
    • as possibilidades de enfrentamento dos problemas que comprometem a sustentabilidade;
    • a adesão de professores, alunos e familiares às mudanças necessárias rumo à promoção de atitudes e ações em prol da sustentabilidade;
    • o uso de celulares e tecnologias associadas como suportes eficientes e como prática para estimular a discussão entre os estudantes, os professores e a comunidade sobre temas relacionados ao meio ambiente e à sustentabilidade no contexto em que a escola está inserida.
  2. Estimular os professores e os alunos a propor melhorias na saúde ambiental (de seu entorno e, possivelmente, em um contexto ampliado) e na qualidade de vida;
  3. Fomentar o uso de recursos tecnológicos que professores e alunos têm disponíveis para a realização das atividades.

2013

CARAGUATATUBA

RESUMO
Escolas
10
Quando
Segundo semestre de 2013
Envolvidos
794 alunos e
186 professores do 6º e 7º anos do Ensino Fundamental
Disciplinas envolvidas
Ciências e
Geografia
Eixo temático
Sustentabilidade
Temas
Resíduos
Consumo
Dengue

Nesta edição, o Escola com Celular contou com o apoio da Secretaria da Educação para trabalhar junto às escolas municipais com os seguintes temas ligados à sustentabilidade: “descarte de resíduos”, “consumo” e “doenças associadas à urbanização (dengue)”. O desenvolvimento das atividades previu três fases: no contexto escolar, familiar e na comunidade. Diante da proliferação dos casos de dengue na região, essa edição do projeto trabalhou com a sensibilização de professores e alunos na possível participação na busca de soluções para a melhoria das condições locais.

Assista à Ana Lúcia Bilard Sicherle, Secretária da Educação de Caraguatatuba, falando sobre a importância dos temas relacionados à sustentabilidade e sobre o uso de novas tecnologias para o currículo do município.

2011

SÃO VICENTE

RESUMO
Escolas
15
Quando
Segundo semestre de 2011
Envolvidos
2200 alunos e
142 professores do Ensino Fundamental
Disciplinas envolvidas
Ciências,
Geografia,
Língua Portuguesa
e Matemática
Eixo temático
Sustentabilidade
Temas
Resíduos
Consumo

A primeira edição do projeto Escola com Celular foi desenvolvida em São Vicente com o apoio da Secretaria da Educação. Os professores participantes tiveram a oportunidade de assistir a web aulas, fazer leituras, responder a enquetes e participar de discussões e trocas de ideias em fóruns sobre o eixo temático “sustentabilidade”, especialmente sobre questões relacionadas ao descarte de resíduos e ao consumo consciente.

Veja o depoimento da Secretária da Educação de São Vicente, profa. Tânia Simões de Oliveira, dando boas vindas aos professores que iniciavam o curso do projeto ECC em 2011.

Notícias

Fique por dentro das últimas atividades do projeto Escola com Celular, dos cursos e das iniciativas interessantes relacionadas.

ECC – São Vicente: Interação e troca de experiências

Em: Rede Social

O Projeto Escola com Celular está a todo vapor! Com a inauguração da nossa Rede Social de Sustentabilidade, alunos do 9º ano das escolas de São Vicente e seus professores poderão realizar atividades e trocar ideias e informações sobre o Projeto. Para entrar nessa comunidade sustentável, é preciso fazer parte do Projeto. Se é o …

Por: Editor ECC


Veja mais notícias

Curso

O Escola com Celular possui um ambiente virtual de aprendizagem (AVA) no qual disponibiliza cursos para professores. Caso esteja inscrito em algum deles, clique aqui

Quem Somos?

Fundação Vanzolini

A Fundação Carlos Alberto Vanzolini (FCAV) é uma organização privada sem fins lucrativos, criada em 31 de março de 1967 na Escola Politécnica da Universidade de São Paulo. Pioneira em seu campo de atividades no país, a Fundação Vanzolini se consolidou como uma das principais referências latino-americanas na produção e difusão de conhecimento inovador em engenharia de produção e gestão de operações, tanto para o segmento industrial quanto para o ramo de serviços. Além da Gestão de Tecnologias em Educação, a FCAV também atua nas áreas de Educação Continuada, Certificação, Consultoria e Cursos in Company.

GTE

A área de Gestão de Tecnologias em Educação (GTE), da Fundação Carlos Alberto Vanzolini (FCAV), foi criada em 2001 com o compromisso de atender a um dos maiores desafios contemporâneos: apoiar as iniciativas que permitam ampliar a oferta de uma educação de qualidade a um maior número de pessoas. A GTE desenvolve pesquisas aplicadas, realiza estudos e atua na área de gestão de projetos e de operações, articulando competências em tecnologia e em educação.

AMIGOS DO ECC

Mobile Experience Lab

Mobile Experience Lab, do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), parceiro na idealização do projeto ECC.

Ecosurfi

ONG Ecosurfi, parceira na idealização do projeto.

Prefeitura Caraguatatuba

Prefeitura de Caraguatatuba, parceira na implementação do projeto ECC, em 2013.

Prefeitura São Vicente

Prefeitura de São Vicente, parceira na implementação do projeto ECC, em 2011.

Edições SM

Edições SM, parceira do curso on-line Escola com Celular – O Uso de Dispositivos Móveis, em 2014.

Fundação Telefônica

Telefônica Vivo e Fundação Telefônica, parceiras na implementação do projeto em Águas de São Pedro, em 2014 e 2015.

Contato

Fale conosco, sua opinião é importante

Perguntas mais frequentes

Minha cidade ainda não participa do projeto. Como acontece a implementação do projeto?
O primeiro passo para a implementação do projeto é a existência de um convênio entre a Secretaria da Educação e a FCAV. Caso o seu município esteja interessado em participar, escreva para o nosso contato.
Quais disciplinas podem se envolver no projeto?
Em princípio, não há nenhum tipo de restrição quanto às disciplinas. De acordo com a parceria estabelecida com a Secretaria da Educação, o projeto pode apresentar diferentes formatos e restrições quanto às disciplinas participantes, assim como em relação à obrigatoriedade ou não da participação de professores de acordo com a disciplina selecionada.
Quais anos podem participar do projeto?
A participação ou não de determinados anos depende do acordo estabelecido com a Secretaria da Educação.
Como trabalhar com os alunos que não têm celular?
As atividades podem ser realizadas em grupo de acordo com as orientações estabelecidas pelo professor.
Os alunos participantes do projeto terão acesso ao número do celular do professor?
Não. Todos os SMS serão originados em nossa central, com um número específico do projeto Escola com Celular. É também garantido o sigilo dos dados dos alunos.
O celular é o único dispositivo previsto para ser usado no projeto?
Não. Outros dispositivos podem ser usados de acordo com a disponibilidade de acesso dos participantes. Estão previstas atividades que podem ser realizadas com celulares, tablets e/ou computadores.
Qual a carga horária do curso oferecido aos professores?
O curso conta com carga horária de 40 horas distribuídas ao longo de um semestre.
Os participantes receberão uma certificação do curso de formação?
Sim. Os professores que cursarem os módulos apresentados no projeto serão certificados pela Fundação Vanzolini. Os coordenadores também poderão fazer o curso e obter a certificação, de acordo com o regimento.
O curso tem algum custo
Não. O curso é inteiramente gratuito quando parte do projeto ECC.

Curso on-line: O Uso de Dispositivos Móveis

Quem pode se inscrever no curso?
O ECC se destina a todos os interessados na área da educação, mais especificamente àqueles já empenhados – ou dispostos a se empenhar – em fomentar o protagonismo docente para a implementação de projetos com o uso das tecnologias disponíveis a fim de viabilizar as aprendizagens esperadas em cada rede de ensino.

Não é necessário o vínculo com uma instituição de ensino. Todos podem participar, sejam professores (do ensino infantil ao superior), gestores, coordenadores ou estudantes de cursos de licenciatura (de graduação ou pós-graduação).
Como posso me inscrever no curso para professores O Uso de Dispositivos Móveis?
A última edição do curso teve início em outubro de 2014 e as inscrições estão esgotadas. Se tem interesse em ser avisado sobre uma próxima edição por e-mail, escreva para nosso contato.
Qual a carga horária deste curso?
O curso conta com carga horária de 40 horas (incluindo a produção do trabalho final) e tem dois meses de duração.
Os participantes receberão uma certificação do curso de formação?
Sim. Os professores que cursarem os módulos apresentados no projeto serão certificados pela Fundação Carlos Alberto Vanzolini, que tem o ensino e a pesquisa entre seus objetivos estatutários. Entretanto, o critério para ser, ou não, válido para progressão funcional é prerrogativa de cada secretaria da educação.